Notificações

 
 
Sharks no grupo A do Minor Americano juntamente com Team One
 

Autor: Marcelo Silva

Data: 11 Julho 2019 08:39

 
 

Foi durante o dia de ontem que a StarLadder anunciou os grupos do Minor Americano. Composto por 8 equipas, das quais 5 são brasileiras, a fase de acesso ao Major para equipas vindas do continente Americano terá dois grupos em formato GSL e uma fase de playoffs.

Composto por diversas equipas, há logo duas que se destacam quando olhamos para resultados recentes, são elas a FURIA e os NRG, com estes últimos a terem atingido os playoffs da ESL One Cologne no passado fim-de-semana. Outro factor de destaque neste minor é o facto de existirem mais equipas brasileiras do que norte-americanas, ainda que 6 das vagas foram preenchidas por via dos qualificadores norte-americanos com apenas as outras duas a serem pelo Sul Americano.


Os YNG Sharks estão pela primeira vez presentes na fase final de um Minor

Os tubarões não terão aqui uma tarefa fácil, tendo sido colocados no grupo A juntamente com NRG, Team One e Singularity. O outro grupo é composto por FURIA, Luminosity, INTZ e eUnited. As duas melhores equipas de cada um destes grupos irão passar à fase seguinte, os playoffs, fase essa que já é disputada inteiramente em BO3 e que irá ver as duas melhores equipas avançarem para o Major e a 3ª classificada a assegurar lugar no Play-in. A introdução da fase de "Play-In" foi feita pela ESL no último major e consiste, basicamente, num playoff com as terceiras classificadas de cada um dos Minors, dando uma segunda chance a três delas se avançarem para o minor.

Os tubarões farão a sua estreia no Americas Minor, que é também o primeiro Minor destes, já no próximo dia 17 pelas 10h15. Em declarações ao RTP Arena, coachi, apelou a que os portugueses estivessem com ele e com os Sharks, "carregar a bandeira portuguesa neste evento é um sonho não só para mim, mas também para todos os portugueses", reconhecendo não ser o "cenário ideal para os portugueses" ter uma equipa brasileira, ainda que numa organização portuguesa.

Comentários

É necessário ter o login feito para efectuar um comentário.