Notificações

 
 
stadodo castigado pela LPCS; Twixy contraria versão da Inygon
 

Data: 14 Março 2019 20:13

 
 

A Inygon empresa organizadora da  Liga Portuguesa de Counter-Strike deu conhecimento através de comunicado no website oficial da LPCS que efectuou a suspensão de  Renato "stadodo" Gonçalves jogador da  OFFSET  por um jogo.

A Inygon fez saber que após a averiguação de uma queixa por suposto "match fixing" praticado pelo jogador da  OFFSET  contra a equipa  Team HD,  logo na ronda inaugural a contar para a  Liga Portuguesa de Counter-Strike T1 - 1ª Divisão, o Conselho de Arbitragem da Inygon após uma longa consulta à prestação de   Renato "stadodo" Gonçalves excluiu tal hipotese por não existir provas que demonstrassem tal comportamento por parte do jogador mas não obstante esse mesmo organismo nessa mesma pesquisa e analise verificou uma ilegalidade segundo as regras da organização que incide nas apostas de CS:GO, revelando então a Inygon que Renato tem efectuado apostas em jogos a contar para  Liga Portuguesa de Counter-Strike T1 - 2ª Divisão.

 

Em suma após a confirmação dos factos a  OFFSET viu-se assim privada do seu jogador para o encontro contra a equipa  ASP , não podendo inscrever nenhum jogador livre nesse momento e não tendo suplentes pré-inscritos, o que resultou em não conseguirem apresentar um conjunto de 5 jogadores para os representar nesse jogo, resultando ultimamente numa default win para os ASP e uma perda de 7,5% do prémio total após o termino da competição relativo à equipa OFFSET


Mais recentemente a Inygon/LPCS, e depois de diversos questionamentos públicos sobre a decisão acima, viu-se na necessidade de esclarecer as diferenças entre a situação de stadodo e a de twixy, que foi banido permanentemente por matchfixing. Em comunicado, a mesma referiu, que no caso de stadodo "o conselho de arbitragem chegou rapidamente à conclusão de que não se tratava de um caso de match fixing. Por sua vez, no caso de twixy, a Inygon refere que o jogador mostrou intenção de não colaborar com a investigação e que "[confirmou], num primeiro momento, que apostava em jogos de Counter-Strike utilizado duas contas num website ilegal".

A organização dos Grow uP já tinha comunicado um repudio da decisão do conselho de arbitragem relativamente ao caso que envolve seu jogador Fábio "TwixY" Pedro, tendo ainda acrescentado que recorreu da decisão junto da Inygon.

Entretanto e depois do esclarecimento emitido pela Inygon durante o dia de hoje, o próprio jogador veio a público contradizer aquilo que está presente na declaração da empresa organizadora da LPCS.

 

Comentários

É necessário ter o login feito para efectuar um comentário.